Política - Notícias sobre políticos, partidos e leis
Política
Curtindo a festa
25/01
às 11:49
Marcos Rodrigues/ASN

O governador Jackson Barreto esteve presente nesta sexta-feira, 24, na noite de abertura do Pré-Caju 2014. Além de cumprimentar e atender pedido de fotos dos foliões ele conceder uma série de entrevistas. Sua presença no evento proporcionou ainda um grande congraçamento entre parlamentares e prefeitos municipais, além de outras personalidades do cotidiano em Sergipe. 

Após percorrer parte do Corredor da Folia, Jackson recebeu convidados de todo o Estado no camarote do Governo. Em meio aos parlamentares, por lá estiveram os deputados federais Fábio Reis e Márcio Macedo, bem como os estaduais Arnaldo Bispo, Augusto Bezerra, Zezinho Guimarães, Garibalde Mendonça, Mundinho da Comase e Conceição Vieira.

Já entre os prefeitos sergipanos, passaram pelo camarote do Governo os de Rosário do Catete, Laércio Passos; Nossa Senhora Aparecida, Vera; Gararu, Toinho de Rolemberg; Brejo Grande, Anderson Ferreira; Laranjeiras, Juca de Bala; Barra dos Coqueiros, Ailton Martins; Carmópolis, Esmeralda Cruz; Japaratuba, Hélio Sobral; e Maruim, Jeferson Santana.

"O Pré Caju foi o grande passaporte de Aracaju para ser inserida com muita força no roteiro de turismo nacional. Esta festa é a cara do povo sergipano. Além de gerar emprego e renda, tem a oportunidade de trazer para o nosso estado muitos turistas e eu fico feliz porque no primeiro Pré-Caju eu era perfeito da capital. Participei e colaborei para que essa festa nascesse e acontecesse", destacou o governador.

Jackson acompanhou a passagem dos trios comandados por Julinho Porradão, Maysa Reis, Saulo Fernandes, Asa de Águia e Aviões do Forró, sempre com os artistas parando para saldá-lo. "Obrigado governador por tudo o que faz pelos artistas locais, pelo carinho que tem por todos nós", disse entre uma música e outra o cantor Julinho Porradão.

O governador ainda visitou camarotes de patrocinadores e de veículos de comunicação. Também no decorrer da festa, esteve com o deputado estadual Luiz Mitidieri o ex-governador Albano Franco e o ex-deputado estadual Marcos Franco.

 

Por ASN

 

Especulações
13/01
às 03:13

O jornalista Ilimar Franco, que assina coluna diária no jornal "O Globo", publicou nesta quinta-feira (9) nota intitulada "A sucessora" em que afirma que a secretária estadual da Inclusão Social, Eliane Aquino, mulher do ex-governador de Sergipe Marcelo Déda, que faleceu no mês passado, "deverá disputar o Senado no lugar de seu marido, que concorreria à vaga". Segundo o colunista, "entre os partidos aliados (PT, PSB e PMDB), a indicação é consenso e entendida como uma homenagem ao trabalho político de Déda".

As especulações em torno de uma candidatura de Eliane existem desde o falecimento de Déda em 2 de dezembro. Sua eleição é vista como certa, até mesmo por integrantes da oposição. O senador Eduardo Amorim (PSC), por exemplo, candidato a governador pela oposição, pesquisou a situação eleitoral da ex-primeira-dama, segundo fonte do 247. Da parte governista, o prefeito de Canindé, Heleno Silva (PRB), afirmou ao Jornal da Cidade que, se Eliane for candidata, ele deseja trabalhar pela sua candidatura no Sertão. Eliane nega interesse na disputa.

A nota do jornal "O Globo" - republicada no diário local "Jornal da Cidade" - na íntegra:

A sucessora

Eliane Aquino, mulher do ex-governador de Sergipe Marcelo Déda, morto em dezembro passado em decorrência de um câncer, deverá disputar o Senado no lugar de seu marido, que concorreria à vaga. Entre os partidos aliados (PT, PSB e PMDB), a indicação é consenso e entendida como uma homenagem ao trabalho político de Déda.

 

Por Diga Sergipe

 

02/01
às 23:41

O Governador Jackson Barreto faz pronunciamento oficial no último dia de 2013 e deseja um feliz 2014 a todos os sergipanos.

Por Diga Sergipe

 

Luto oficial de 7 dias
02/12
às 15:15
Marco Vieira/ASN

No início da manhã desta segunda-feira, o governador em exercício Jackson Barreto realizou uma reunião com secretários e mebros da administração estadual para discutir os preparativos e honrarias fúnebres ao governador Marcelo Déda, falecido nesta madrugada de segunda-feira, 2, em decorrência de complicações de um câncer.

Segundo Jackson, o velório será no Palácio Museu Olímpio Campos, que estará aberto para receber todos os sergipanos e brasileiros que queiram homenagear o governador.

"Acabamos de decretar ponto facultativo nos dias 2 e 3 de dezembro e luto oficial de 7 dias e estamos prepararando a logística para prestar a última homenagem ao governador Marcelo Déda. Ele é um nome nacional e este é um momento difícil, de muita dor. Temos que pedir à Deus muita paz para Déda. Faremos a sua vontade e seguirei o compromisso que ele me pediu na última visita, e mostrar o que fizemos por Sergipe. É com muita dor que seguirei essa jornada. Jamais imaginei que assumiria o Governo do Estado nessas condições. Déda expressou à sua família como queria que as coisas acontecessem e vamos seguir todas as determinações", disse.

O corpo do governador será liberado para trasnlado a partir das 15h (horário de Brasília). Ao chegar em Aracaju, o corpo será transportado pelo Corpo de Bombeiros para o Palácio Museu Olímpio Campos, onde será velado. O trajeto será feito em carro aberto, pela avenida Beira Mar. 

No Palácio Museu Olímpio Campos, será celebrada uma missa para a família e amigos. Após  a missa, o velório será aberto ao público. Amanhã, 3, haverá culto ecumênico às 14 horas. O corpo do governador Marcelo Déda será cremado em Salvador.

Por ASN

 

Dilma
02/12
às 14:43
Arquivo / Planalto
Assim que soube do falecimento do governador Marcelo Déda a presidente da República,Dilma Rousseff emitiu nota de pesar. Veja na íntegra: 
 
"O Brasil e o Estado de Sergipe perderam hoje um grande homem. Como prefeito, deputado e governador, Marcelo Déda exerceu a Política com P maiúsculo. A sua trajetória foi marcada pela dedicação em transformar para melhor a vida das pessoas, especialmente as mais humildes.
Eu perdi hoje um grande amigo, daqueles das horas boas e más. Déda era capaz de recitar poesia, inclusive as próprias, com a força de um grande artista e a naturalidade de um repentista. Ao mesmo tempo, era capaz de aprimorar uma discussão com uma lógica irretocável.
 
Marcella, Yasmim, Luísa, João Marcelo e Mateus perderam um pai amoroso. Eliane perdeu um companheiro leal. Déda foi um exemplo de coragem na saúde e na doença e um exemplo de caráter na vida privada e na trajetória pública.
 
Déda fará falta. Mas seu exemplo nos guiará.

Dilma Rousseff

Presidenta da República Federativa do Brasil"

Por Diga Sergipe

 

Aos 53 anos
02/12
às 12:11
Reprodução

Marcelo Déda (PT), de 53 anos, morreu  às 4h45 desta segunda-feira (2) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado para tratar de problemas decorrentes de câncer no estômago e no pâncreas. Ele lutava contra a doença havia quatro anos. A informação foi confirmada pelo hospital.

O político foi diagnosticado com a doença em 2009, quando se submeteu a uma cirurgia para a retirada de um nódulo benigno no pâncreas. Em 2012, ele retomou o tratamento quimioterápico.

No dia 27 de maio, Déda transferiu o cargo para o vice-governador de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB). Naquele momento, a assessoria de imprensa do governo informou que ele se afastaria por 15 dias para dedicar mais atenção ao tratamento de saúde realizado em São Paulo.

Por Diga Sergipe

 

Internado no Sírio-Libanês
01/12
às 14:39
Agência Brasil



O governador licenciado de Sergipe, Marcelo Déda, está internado no Hospital Sírio-Libanês, no centro da cidade, em estado grave. Segundo o boletim médico, divulgado na noite de ontem (30), houve “piora progressiva em seu quadro clínico”. De acordo com o hospital, ele está sendo medicado e em companhia dos parentes.
 
Déda luta contra um câncer no estômago, diagnosticado no ano passado. Em 2009, o governador fez uma cirurgia para a retirada de um nódulo no pâncreas.
 
O governador em exercício, Jackson Barreto, usou seu perfil no Facebook para manifestar solidariedade e pedir aos sergipanos que façam orações. Segundo nota publicada no site do governo do estado, Jackson também suspendeu a solenidade de inauguração da Escola de Esportes do Santos Dumont, que ocorreria na noite de ontem.

Por Com infornmações da Agência Brasil

 

Ser pai é legal
08/08
às 18:00
Iran Souza

A Defensoria pública do estado lançou hoje a segunda edição do  projeto "Ser pai é legal".  O principal objetivo do projeto é oferecer ao cidadão carente a possibilidade de realizadar o exame de DNA gratuitamente e posteriormente o reconhecimento da paternidade. A psicóloga e coordenadora do Centro Integrado de Atendimento Psicossocial da Defensoria Pública (Ciaps), Syrlene Besouchet, destaca outro aspecto fundamental do "Ser pai é legal".

"A Defensoria Pública, através do Ciaps, faz um culto às relações afetivas, ou seja, quando a pessoa toma iniciativa de reconhecer espontaneamente o suposto filho, traçando e unindo laços”, afirma.

O projeto é destinado a pessoas que busquem voluntariamente o reconhecimento de partenidade, ou seja, de forma consensual e dessa forma diminuir as demandas judiciárias sobre esse enfoque. Ao todo serão realizados 500 exames, sendo desses 450 na modalidade trio (suposto pai, mãe e suposto filho) e 50 na modalidade duo (suposto pai e suposto filho).

PROCEDIMENTOS:

O atendimento para marcação dos exames é de segunda as sextas-feiras das 8h às 17h, no Núcleo de Primeiro Atendimento, localizado na Central de Atendimento Defensora Diva Costa Lima, com sede na Travessa João Francisco da Silveira, 94, Bairro Centro. Serão necessários os documentos originais de carteira de identidade, comprovante de residência, Certidão de Nascimento ou Certidão de Nascido Vivo (CNV).

Por Victor Limeira - Diga Sergipe

 

Entrega de usina
29/01
às 19:42
Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff, durante inauguração de usina de energia eólica, em Barra dos Coqueiros (SE), nesta terça-feira (29), voltou a afirmar que não vai faltar energia para o Brasil continuar crescendo. Segundo a presidenta, 2013 vai ser o ano em que mais vai entrar energia na matriz brasileira, com 8.500 megawatts. A usina entregue hoje tem 23 torres de 100m de altura e capacidade para gerar 34,5 megawatts, o suficiente para abastecer uma cidade com 120 mil habitantes.

“2013 vai ser o ano que mais vai entrar energia na nossa matriz. Aqui está sendo gerado 34MW, no Brasil inteiro, em 2013, teremos 8.500 MW. E ainda teremos mais 7.400 km de linhas de transmissão”, afirmou. A presidenta ainda destacou a importância do programa Luz para Todos. “E vamos chegar cada vez mais próximo de levar a energia elétrica para todos os lares e indústrias do nosso país. Hoje nós temos todas as condições para chegar a mais afastada comunidade e garantir a ela energia elétrica”, completou.

Segundo Dilma, 2013 será um ano de grande crescimento das oportunidades, com o amadurecimento das ações tomadas nos dois primeiros anos de mandato. Durante a cerimônia, ainda foram entregues 20 retroescavadeiras para 20 municípios sergipanos com menos de 50 mil habitantes que não estão em regiões metropolitanas.

Por Fala Sergipe

 

Palácio do Planalto
17/01
às 21:29
Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff recebeu em audiência, nesta quarta, 16, em Brasília, o governador Marcelo Déda e o prefeito de Aracaju, João Alves. O encontro, intermediado por Déda, chancela o compromisso do governador de tratar a relação entre Governo do Estado e Prefeitura da Capital de maneira “republicana” e “sem viés ideológico ou partidário”.

“Tanto eu quanto a presidenta Dilma compreendemos que a democracia brasileira tem bastante maturidade para entender que a disputa eleitoral, ou que divergências de fundo ideológico, não podem impedir que haja um diálogo federativo, republicano, entre prefeitos e governadores e a própria presidenta, mesmo sendo de partidos diferentes”, resumiu o governador. À audiência estiveram presentes ainda a senadora Maria do Carmo e o secretário estadual da Casa Civil, Silvio Santos.

Parceria administrativa

Na entrevista que concedeu no Palácio do Planalto, logo após a audiência, o governador lembrou que o posicionamento político do prefeito, de oposição ao Governo Federal e estadual, não impede a relação administrativa entre os entes federativos. “O prefeito procurou o Governo do Estado buscando construir parcerias administrativas”, recordou Déda.

A busca de diálogo com o Governo Federal foi no sentido de “viabilizar a construção de parcerias que viabilizem os investimentos públicos federais na capital de Sergipe”. A presidenta, então, prosseguiu Déda, “manifestou a disposição do Governo da União de construir relação tripartite com o Governo do Estado de Sergipe e com a Prefeitura de Aracaju para viabilizar investimentos estruturantes na capital do estado de Sergipe”.

 

Por Fala Sergipe

 


Publicidade